• SENSU

Dia Nacional do Escritor: 10 livros que recomendamos

Neste sábado, 25, é celebrado o Dia Nacional do Escritor, data instituída em 1960 durante o I Festival do Escritor Brasileiro, realizado no Rio de Janeiro. Em homenagem à produção literária brasileira que difunde conhecimento sobre comunicação, saúde e ciência, a SENSU recomenda dez livros de autores brasileiros.



Ciência no Cotidiano, de Natália Pasternak e Carlos Orsi (2020)

A bióloga Natália Pasternak e o jornalista Carlos Orsi, fundadores do Instituto Questão de Ciência e editores da revista Questão de Ciência, lançaram em 2000 o livro Ciência no Cotidiano – Viva a Razão. Abaixo a ignorância, pela Editora Contexto. De acordo com os autores, o simples fato de vivermos no século XXI já nos faz beneficiários da ciência e dos frutos, mesmo que a gente não se dê conta dessa verdade. Destacamos os capítulos sobre bactérias, com um contraponto entre as “bactérias do bem” e as bactérias resistentes aos antibióticos e o que aborda a evolução das vacinas. Carlos Orsi é o convidado do Sensu Talks #3, no dia 5 de agosto, às 19h.


Darwin Sem Frescura, de Reinaldo José Lopes e Pirula (2019)

O jornalista de ciência, Reinaldo José Lopes, vencedor em 2017 do Prêmio José Reis, o mais importante do país na área de divulgação científica se juntou ao biólogo e youtuber Pirula. Dessa parceria, veio a obra Darwin sem Frescura – Como a ciência evolutiva ajuda a explicar algumas polêmicas da atualidade. O livro, publicado em 2019 pela Editora Harper Collins, traz uma linguagem didática, fluida, ressaltada por ilustrações, que contam a história da evolução humana, tanto genética, quanto do senso de moral.


O Grande Livro de Ciências do Manual do Mundo - adaptação para o Brasil por Mari Fulfaro e Iberê Thenório (2019)

Originalmente lançado como Everything You Need to Ace Science in One Big Fat Notebook: The Complete Middle School Study Guide pela editora Workman Publishing Company, o livro ganhou uma versão brasileira intitulada O Grande Livro de Ciências do Manual do Mundo, pela Editora Sextante. Com projeto coordenado pelo jornalista Iberê Tenório e pela Terapeuta Ocupacional Mari Fulfaro, idealizadores do canal Manual do Mundo, o livro, lançado pela editora Sextante, traz um conceito que simula um caderno escolar, que traz teoria e prática, sempre com linguagem acessível para todos os públicos e ilustrações que convidam o leitor a aprender sobre investigação científica, universo e sistema solar, química, biologia, anatomia, genética e outras áreas da ciência, conceitos importantes para quem quer “traduzir” o conhecimento científico para os públicos de todas as idades.


A Molécula Mágica, de Carlos Henrique Fioravanti (2016)

O jornalista de ciência Carlos Henrique Fioravanti, vencedor do Prêmio José Reis de 2020, lançou quatro anos antes o livro A Molécula Mágica – A luta de cientistas brasileiros por um medicamento contra o câncer. A obra é um relato jornalístico sobre o médico e pesquisador Odilon da Silva Nunes e sua jornada em laboratório, de descoberta e sintetização, da molécula que levou ao fármaco P-MAPA, que tem sido estudado em centros de pesquisa no Brasil e de outros países. Obra interessante para se conhecer os bastidores e esforços envolvidos no estudo de um medicamento que seja, de fato, eficaz. O livro foi finalista do Prêmio Jabuti de 2017 na categoria Reportagem e

Documentário.


A Saúde na Mídia, de Roxana Tabakman (2013)

A jornalista Roxana Tabakman é natural da Argentina, mas há alguns anos adotou o Brasil como o seu país. Em 2013, lançou o livro A Saúde na Mídia – Medicina para jornalistas. Jornalismo para médicos, pela Summus Editorial. Nesta obra, Roxana cumpre a sua missão que, como ela mesmo descreveu, é falar com jornalistas e estudantes de jornalismo que querem escrever e editar matérias de saúde com máximo rigor científico e, paralelamente, o outro público-alvo, composto por profissionais de saúde que interagem com a imprensa ou pretendem fazê-lo, ou que produzem conteúdos de forma independente e procuram orientações para chegar melhor a seus destinatários.


Pura Picaretagem, de Carlos Orsi e Daniel Bezerra (2013)

O jornalista Carlos Orsi e o físico Daniel Bezerra publicaram em 2013, pela editora LeYa, o livro Pura Picaretagem – Como livros de esoterismo e autoajuda distorcem a Ciência para te enganar. Saiba como não cair em armadilhas. Os autores, com embasamento científico, refutam falácias como cura quântica, ativismo quântico, metafísica quântica e outras abordagens. Segundo Orsi e Bezerra, são picaretagens que visam justificar pressupostos esotéricos ou religiosos. Nesta obra, os autores buscam explicar o que é a verdadeira Física Quântica.


Médico e Repórter, de Julio Abramczyk (2013)

Em 2020 completa-se 60 anos que o então estudante do segundo ano de Medicina, Julio Abramczyk, foi contratado pela Folha de S.Paulo para escrever sobre saúde e ciência. O período de experiência de três meses perdura e Julio, com 87 anos, continua no veículo, em colunas semanais. Os melhores momentos desta trajetória sem precedentes pode ser conferida no livro Médico e Repórter. Meio Século de Jornalismo Científico, lançado em 2013 pela Publifolha. A obra, organizada por Carlos Eduardo Lins da Silva, inclui reportagens e artigos publicado por Abramczyk ao longo de cinco décadas, dentre elas a reportagem sobre a primeira cirurgia de ponte de safena no país, que rendeu ao a ele o Prêmio Esso de 1970.


O Livro dos Milagres, de Carlos Orsi (2011)

O jornalista Carlos Orsi define o Livro dos Milagres – A ciência por trás das curas pela fé, das relíquias sagradas e dos exorcismos como sendo a sua primeira obra mais longa de não ficção. Em capítulos que focam na abertura do mar vermelho, ressurreição, aparições de Maria, dentre outros, Carlos Orsi questiona, baseado em evidências, questiona esses eventos, explicando e contextualizando as conclusões científicas.


Assessoria de Imprensa - Teoria e Prática, de Elisa Kopplin Ferraretto e Luiz Arthur Ferrareto (2009) Lançada em 2009 pela Summus Editorial, a 7ª edição, revista e atualizada, do livro Assessoria de Imprensa – Teoria e Prática, é uma publicação essencial para o profissional que atua ou deseja ingressar em um Assessoria de Comunicação. A obra aborda conceitos básicos, planejamento estratégico, ações táticas, diferentes modelos de atuação do assessor de imprensa, relação do cliente com a imprensa, técnicas de redação de press release e sugestões de pauta para diferentes meios de comunicação, organização de coletivas de imprensa (incluindo mailing list e press kit), dentre outros temas. Um livro que, embora não traga as transformações da Comunicação na última década, é uma obra importante para os que desejam ingressar na comunicação empresarial. A autoria é dos jornalistas e mestres em Comunicação e Informação Elisa Koplin Ferraretto e Luiz Arthur Ferrareto. Em 2020, ao lado do pesquisador Fernando Morgado, Luiz Arthur lançou o e-book Covid-19 e comunicação, um guia prático para enfrentar a crise.


Jornalismo Científico, de Fabíola de Oliveira (2002)

Vencedora do Prêmio José de Reis de Divulgação Científica em 2002, a jornalista e doutora em Jornalismo Científico, Fabíola de Oliveira, lançou naquele ano o livro Jornalismo Científico, pela Editora Contexto. Esta publicação é um guia de referência para estudantes de jornalismo e recém-formados. Traz importantes conceitos também para cientistas que desejam ampliar o conhecimento em divulgação de ciência. Fabíola de Oliveira reflete sobre a necessidade de aproximar a ciência da sociedade.

Moura Leite Netto - Jornalista e sócio da SENSU

253 visualizações0 comentário